Nasi – Wolverine Blues

“Indicação” nº 24 do dia:

Wolverine Blues

É verdade, eu sou um animal
Um animal da pior espécie
Um animal que jamais se esquece
Um animal que se mata e ri
E aí xará, você quer se divertir?

Não me venha com indiretas
Sempre faço a coisa certa
Eu sei da sua sensibilidade de cobra coral
Mas meu amigo, eu mato a cobra e mostro o pau

Sou seu pesadelo
Seu pior pesadelo
O recorrente

Você quer saber o que eu tenho e você não tem?
Isto eu não conto pra ninguém
Mas não tema
Se meu peito de touro
Conseguir muitas, muitas mulheres seguidas, é…
Através da vida também tenho arrastado milhares de enganos de puros sabores
E milhares de milhares de milhares de milhares de amorzinhos sujos

Nasi – Você me Usou

“Indicação” nº 23 do dia:

Você Me Usou

Você me usou
Usou e abusou de mim
Você me usou
Tanto usou que abusou de mim
Se aproveitou de tudo que pôde
Quis até o que eu não tinha
Foi até o fim
Oh! Deus me perdoe
Deus perdão por me sentir assim
Eu peço perdão
Por pedir perdão sempre
E depois cair
Saber e não fazer
A coisa certa
Não separar o que não presta
Foi aí o meu fim.